Abundância


Abundância ou Indicadores de Abundância Pessoal (IAP)?

Eis a questão!

A Abundância pode ter diversos significados para cada um de nós.

No entanto, a abundância engloba não só recursos materiais como ainda contém aspetos relacionados com a espiritualidade que nos fazem pensar, desejar ou querer mais do que uma simples acumulação de valores monetários ou recursos físicos e palpáveis.

A abundância poderia ser traduzida pelo resultado da nossa ação sobre a matéria, mas igualmente sobre o tipo de pensamentos, crenças e convições que antecedem as nossas ações.

Tudo o que existe no Mundo físico,  existe primeiramente na mente (Gawain, S., 2007, 2ª Ed.).

(foto: fonte do Mercado Municipal de Alter do Chão)

Se a abundância surge como consequência de uma série de descobertas pessoais, então temos que encontrar os Indicadores de Abundância Pessoal (IAP) adequados a cada um de nós, tornando possível viver a vida de qualidade que tanto desejamos, vivendo apenas a vida de acordo com os nossos talentos, aptidões e missão de vida pessoal.

Assim, os Indicadores de Abundância Pessoal (IAP) manifestam-se em várias áreas da nossa vida e os 7 pontos-chave como ponto de partida são:

  • Saúde: descobrir que atividades nos ajudam a ter a energia suficiente sem nos sentirmos demasiadamente cansados;
  • Família: (re)apreciar mais os momentos em família;
  • Relacionamentos: atrair relacionamentos mais construtivos e positivos;
  • Trabalho: ser mais produtivo no trabalho, sem esgotar a sua própria energia;
  • Finanças: identificar um talento pessoal e exercê-lo incansavelmente;
  • Espiritualidade: esclarecer que talentos revelam o que é genuinamente importante para nós;
  • Lazer: descobrir que atividade nos fazem sentir plenamente realizados.

 

Pronto/a para embarcar nesta jornada?

Fique atento ao nosso Canal no YouTube e aos nossos Hangouts!